8 dicas para motivar sua equipe além do salário?

Um em cada 2 franceses está insatisfeito com seu salário atual, de acordo com uma pesquisa do IFOP para Salaire-brut-en-net.fr. De fato, menos de um em cada quatro funcionários se beneficiou de um aumento salarial em 2019 e mais de um em cada dois funcionários está insatisfeito com o valor atual de seu salário. 

A maioria dos empregados (55%) que trabalham em empresas privadas e públicas não está satisfeita com o salário atual.

No entanto, o trabalho remunerado não é suficiente para motivar uma equipe dentro de uma empresa. Os funcionários que o compõem constituem uma comunidade por direito próprio. Essa comunidade desempenha um papel importante no desenvolvimento da sociedade. Para cumprir plenamente o seu papel, deve estar motivado. Existem diferentes maneiras de fazer isso.

Ao contrário da crença popular, a motivação dos funcionários não é necessariamente apenas uma questão financeira. Além do salário, há outras necessidades que precisam ser atendidas e que os empregadores devem levar em consideração para que os funcionários fiquem mais motivados e produtivos.

Na verdade, a remuneração só atende a dois níveis dessas necessidades se nos referirmos à Pirâmide de Maslow, neste caso as necessidades fisiológicas e de segurança. Além do aspecto pecuniário, os colaboradores também podem aspirar ao pertencimento, à estima e à autorrealização … Aqui estão 5 ideias para motivar suas tropas além do salário.

Ideia nº 1: repensar sua função como gerente 

Para motivar sua equipe, você precisa melhorar a forma como os lidera. Você precisa ser um gerente e também desempenhar o papel de treinador e líder.

  • O líder é aquele que lidera e toma decisões. Ele define a estratégia da equipe.
  • O gestor possui as habilidades necessárias para capacitar sua equipe a atingir os objetivos traçados.
  • O treinador está atento e faz questão de motivar a equipe, fazendo com que todos se superem, contribuindo para o alcance dos objetivos.

No final, o gerente deve apresentar um comportamento exemplar. Além de liderar sua equipe, deve contribuir para o desenvolvimento e a capacitação de seus colaboradores. Ao mesmo tempo, é importante que ele reformule as ações de todos de acordo com as estratégias da empresa.

Ideia nº 2: Criar um clima favorável ao trabalho

A motivação também envolve um ambiente de trabalho agradável. Os espaços devem ser dispostos de forma que os colaboradores se sintam totalmente à vontade. O equipamento deve ser ergonômico, oferecendo o máximo conforto. Lembre-se de cuidar da decoração: uma simples planta pode mudar um escritório inteiro!

Com o advento das novas tecnologias, principalmente da Internet, agora é possível trabalhar remotamente. É interessante dar à sua equipe a possibilidade de adotar o teletrabalho, de vez em quando e quando as missões se prestarem. Tenha o cuidado, no entanto, de definir uma disciplina e regras rígidas a serem respeitadas, principalmente no que diz respeito à produtividade.

Ideia nº 3: Jogue com responsabilidade

Para que a motivação das tropas esteja no topo, jogar com sua responsabilidade pode ser uma estratégia lucrativa. Pode ser interessante repensar processos e desenvolver a autonomia dos funcionários. Precisamente, para conhecer as competências e ambições deste último, é necessário organizar entrevistas individuais. Desta forma, você será capaz de definir as novas responsabilidades que pode dar a eles. Além de otimizar o desempenho de sua equipe, você dá a todos a oportunidade de florescer e dar o melhor de si. Suas carreiras podem evoluir, o que é um motivador inegável.

Ideia nº 4: Repense o seu organograma

Em uma estrutura em constante evolução, pode ser aconselhável reformular o organograma e seguir certas práticas anglo-saxônicas que comprovaram seu valor. Podemos mencionar especialmente a organização horizontal ou organização plana. Ao adotar esse modelo, a estrutura da empresa é tal que não há (se não muito) diferença de nível entre a equipe executiva e seus “subordinados”.

Há também holacracia, outra forma de gestão horizontal, na qual não existe autoridade “suprema”. As decisões são tomadas pelos funcionários e as equipes são autogeridas. A autonomia está no centro deste estilo organizacional. Cada um pode escolher a sua missão, mas sempre de acordo com a política estratégica da empresa e com espírito de comunicação.

Ideia nº 5: Pensão coletiva

A previsão coletiva é uma opção particularmente eficaz para motivar as tropas. Oferecer proteção social ampliada às funcionárias melhora o clima social da empresa. O mais interessante é a possibilidade de adaptar a capa levando em consideração o perfil da empresa.

Em todos os casos, o empregador se posiciona como um ator responsável e oferece redes de segurança aos seus funcionários. Este último pode beneficiar, nomeadamente, de uma indemnização específica em caso de incapacidade para o trabalho, invalidez ou mesmo morte.

Essas diferentes soluções propostas contribuem fortemente para a motivação do pessoal. Você implementou algum deles? No entanto, não há bala de prata para aumentar as tropas. A chave é agir para melhorar o clima social e promover a motivação da equipe!

Ideia nº 5: Comunicação

Todas as estratégias de motivação são baseadas na comunicação. Entre funcionários do mesmo status, essa comunicação acontece facilmente. Este não é o caso do líder ou do gerente e seus subordinados. O gestor deve saber comunicar-se com os seus colaboradores para que estes se envolvam plenamente num projeto, seja no âmbito da sua implantação, da sua implementação ou do seu acompanhamento.

Ideia nº 6: Confiar

O sucesso da empresa baseia-se na existência de uma relação saudável não só entre os colaboradores, mas sobretudo entre o gestor e os seus subordinados. Para estabelecer tal relacionamento, eles devem confiar um no outro. Os especialistas em psicologia recomendam que os gestores confiem nos seus subordinados para que possam desfrutar de uma vida profissional gratificante e, assim, cultivar um alto grau de motivação, a fim de gerar consequências positivas na vida do funcionário.

Ideia nº 7: Prestação de contas

Em princípio, um funcionário íntegro em quem o gerente confia se sente sistematicamente responsável. Assim, motivado e encorajado, ele estará mais inclinado a se esforçar mais e a trabalhar de forma eficiente e confiável. Por sua vez, o gestor deve criar tarefas que permitam aos seus colaboradores se sentirem úteis e indispensáveis ​​ao desenvolvimento da empresa. O forte envolvimento de um colaborador na realização de qualquer projeto constitui uma garantia não só para ele, mas principalmente para o gestor.

Ideia nº 8: O estabelecimento de uma relação social harmoniosa

Nada mais motivador do que trabalhar em uma empresa com um ambiente saudável e harmonioso. A motivação dos funcionários está na excitação intelectual. A adoção de uma atitude positiva, dinâmica e muito sociável é essencial para o gestor, que deve saber transmiti-la aos seus colaboradores. Além disso, não basta a transmissão desses impulsos, ele deve mostrar reconhecimento pelos esforços feitos por seus subordinados, concedendo-lhes dias de descanso ou organizando refeições ou noites com os colegas. 

Motive sua equipe em tempos de crise

As estratégias a adotar em tempos normais diferem daquelas que o gestor deve colocar em prática em tempos de crise. Quando a empresa passa por dificuldades, os funcionários precisam ser remobilizados. O gestor deve estabelecer novos programas que permitam conciliar os interesses da empresa e os de seus colaboradores. As dificuldades da empresa afetam diretamente os funcionários. 

Nesse contexto, o gestor deve ter o sentido de compartilhar para que seus colaboradores possam compreender a realidade da empresa. Além disso, ele deve explicar claramente o que a empresa espera deles. O apoio do gestor é fundamental para estimular os colaboradores a continuarem cumprindo sua função e respeitar seu compromisso. 

Aumente a motivação de seus funcionários

Não, não estamos no melhor de todos os mundos possíveis, mas temos a possibilidade de torná-lo melhor. As tendências humanas, em um contexto onde o pessimismo reina supremo, são carregadas pela força da inércia, da procrastinação. 

Infundir otimismo no coração dos colaboradores é oferecer à empresa a oportunidade de ir além de seus limites, pois colaboradores impulsionados tomarão iniciativas e transmitirão seu entusiasmo às equipes e apresentarão ideias significativas.

Nenhuma empresa está imune a uma queda ou queda nas vendas que podem desmotivar suas tropas. As start-ups costumam passar por um período sombrio antes de decolar. É importante saber como manter a motivação dentro de qualquer grupo e existem algumas atitudes simples a adotar para elevar o moral de suas tropas em caso de desinteresse ou perda de ímpeto na empresa.

Identifique as falhas a tempo de agir

Como você notou, alguns de seus funcionários parecem extremamente desmotivados. Encontram problemas pessoais, cansam-se de estar sempre em contacto com as mesmas pessoas ou ficam sem esperança ao ver os números da sociedade em queda ou estagnação. 

Uma equipe desmotivada anda mais devagar, ou até não se move, e a desmotivação de um único executivo pode afetar até 45% da produtividade de uma empresa. 

Observar seus funcionários como gestor para detectar falhas continua sendo muito importante para evitar qualquer desastre por falta de vontade, que rapidamente se torna contagioso e pode infectar até 35% dos membros da equipe. 

Os sintomas de desmotivação profissional são fáceis de detectar: ​​faltas e atrasos recorrentes, indiferença aos objetivos não cumpridos, agressão aos colegas ou superiores. 

Fisicamente, o funcionário desmotivado apresentará um rosto com uma expressão fechada, uma evidente falta de entusiasmo, um olhar evasivo … uma vez detectada a situação, é hora de agir e dialogar com as pessoas em causa.

Comunique-se para encontrar e erradicar o problema

Seja uma pessoa ou uma equipe inteira, estabelecer um diálogo com os “desmotivados” permite identificar a origem do problema e, no longo prazo, encontrar soluções para destruí-lo. Um gerente atento ao bem-estar de seus funcionários também atrairá sua simpatia. 

Mostrar interesse e consideração pelos funcionários os incentiva a se engajar. Durante entrevistas individuais ou reuniões de equipe, fazer as pessoas falarem sobre a falta de desejo também dá uma ideia do seu nível de desmotivação. 

A discussão pode levar a caminhos para combater esse estado de depressão ou cansaço. Em geral, são três as causas principais que respondem por 70% da falta de vontade de trabalhar: falta de apoio dos gestores, clima da empresa e também falta de comunicação. 

Primeiro passo: apoiar e tranquilizar ouvindo os funcionários

Os funcionários exigem escuta e apoio de seus colaboradores. Antes de advertir alguém sobre sua produtividade ou desaceleração, lembre-o de seu desempenho anterior com uma mensagem positiva. Iniciar uma conversa comparando os bons resultados anteriores com os menos bons que o preocupam implica que você está ciente de uma mudança, mas também da capacidade da outra pessoa de ter sucesso. 

Este último, valorizado, pode ganhar consciência ou afirmar-se no diálogo. Em situação de crise económica ou abrandamento da empresa, cabe ao gestor apresentar a dimensão positiva de todas as informações: tranquilize os seus colaboradores! 

Também sem exagero, é aconselhável manter a neutralidade na apresentação dos fatos. Se o orçamento for cortado em 25%, anuncie o número enfatizando que você distribuirá o restante da forma mais justa possível e explique resumidamente como. Fale diretamente sobre as soluções que propõe para resolver o problema, vai dar assim a impressão de estar no rumo e mobilizar as suas equipas para um problema positivo. 

Depois de estabelecido com todos os colaboradores, segue-se um passo mais delicado, que exige coragem do gestor na tomada de decisões. você vai dar assim a impressão de estar no caminho certo e mobilizar suas equipes para uma questão positiva. 

Depois de estabelecido com todos os colaboradores, segue-se um passo mais delicado, que exige coragem do gestor na tomada de decisões. você vai dar assim a impressão de estar no caminho certo e mobilizar suas equipes para uma questão positiva. Depois de estabelecido com todos os colaboradores, segue-se um passo mais delicado, que exige coragem do gestor na tomada de decisões.

Etapa dois: desarmar os elementos negativos

Os gerentes são forçados a tomar decisões difíceis sobre cortes ou demissões no orçamento. Continua a ser essencial comunicar essas escolhas, justificá-las e dar a conhecer a sua visão, tendo em consideração as opiniões dos outros. Embora ele nem sempre tenha o papel certo, é sua responsabilidade fazer com que a sociedade funcione tão bem quanto possível e lidar com certos “líderes negativos”.

 Este último, perpetuamente em críticas ou mesmo contraprodutividade, não pode deixar de contestar tudo e ajudar a desmotivar os outros, o que cria um clima ruim no ambiente de trabalho. 

O supervisor da equipe deve convidar essas pessoas mais rebeldes a expressarem seu ponto de vista, a fim de permitir que se expressem e que o ponto de vista de todos seja ouvido, explicando a eles por que esta ou aquela opção era a melhor. Melhorar o clima na empresa exige neutralizar os elementos negativos e apoiar os membros da equipe. 

A comunicação, cuja ausência constitui a terceira causa da desmotivação profissional, representa o cimento destes dois aspectos e continua a ser a chave da remotivação.

Restabeleça a comunicação corporativa

Como as duas etapas anteriores indicam, a comunicação é a base para um bom funcionamento e um bom ambiente na empresa. Por exemplo, reuniões chatas e demoradas não permitem que todos se expressem, o que é necessário para que todos os colaboradores se sintam valorizados.

 Outra forma de encontro, por exemplo, o stand-up meeting consiste na realização de uma mesa redonda onde todos os colaboradores permanecem em pé para expressar suas ideias de forma dinâmica e envolvente. Este método encoraja todos a falarem em uma posição de pé mais enérgica.

 A comunicação não envolve apenas atitudes físicas. Visitar os colaboradores, discutir com eles continua a ser essencial para estabelecer um clima de confiança, mas a transparência para com eles é a pedra angular da comunicação corporativa. 

O envio de boletins informativos, a exibição de notícias da empresa em painéis dá aos funcionários a sensação de conhecer e perceber como a empresa funciona.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais populares

Mais artigos

Encanador – Formação, carreira e salários médios

Quem tem medo de altura, técnico e comercialmente enviado e, depois de treinar no sentido mais verdadeiro da palavra que se quer, pode aqui...

Ideias para startups – Como ter boas ideias

Para fundar uma startup de sucesso, você precisa, antes de mais nada, de uma boa ideia de negócio. Idealmente, as ideias de startups devem resolver um problema...

Gerente de propriedade – Salário, carreira e mercado

Se você gosta de gerenciar, cuidar de tarefas contábeis e chamadas de redes de comunicação pode aqui, com a ideia de negócio , tornar-se autônomo como gerente de...

Estratégias de marketing para pequenas empresas

Quando você fala sobre uma estratégia, está falando sobre um plano que deve ajudá-lo a alcançar um objetivo específico. Portanto, isso significa que uma estratégia...