As chaves para garantir a segurança dos funcionários no trabalho

Sempre que um incidente ou acidente acontece em uma empresa, não é incomum para um líder se preocupar em encontrar as mesmas dificuldades dentro de sua própria empresa. 

Em termos de segurança dos colaboradores, não se deve tolerar negligência e é imprescindível a disponibilização de recursos humanos e financeiros. A segurança é um conceito preponderante, para o qual o empregador tem obrigações muito específicas. Quais são os critérios a serem levados em consideração para uma resposta eficaz?

Prevenção como o primeiro problema

A lei especifica claramente a obrigação que as empresas têm de implementar ações que garantam a maior segurança possível dentro delas. A prevenção é parte integrante disto, para antecipar os acidentes de trabalho e as doenças profissionais . As medidas que devem ser implementadas dizem respeito aos riscos relacionados com o ambiente de trabalho, à árdua tarefa das tarefas, mas também aos riscos psicossociais que podem resultar.

Constatamos que a obrigação imposta às empresas está ligada à obtenção de resultados convincentes, e não apenas à implementação de medidas cuja eficácia não seria objecto de uma avaliação concreta.

Cooperação no centro do processo

Para poder melhorar a segurança na empresa, as ações de informação e formação dos colaboradores permitirão aos empresários sensibilizá-los, criando, com o seu apoio, uma organização e meios de trabalho mais adequados. A cooperação resultará no envolvimento dos colaboradores no processo e na realização de ações que atendam exatamente às suas expectativas.

A ideia dessa abordagem visa evitar riscos, avaliando-os e determinando suas fontes. Para estações de trabalho que envolvem repetições razoavelmente fortes, o design da estação de trabalho pode, portanto, ser configurado para limitar a monotonia que pode ser uma fonte de perda de vigilância. Além disso, um procedimento irá verificar a correta adaptação das ferramentas em relação aos novos desenvolvimentos técnicos.

De forma mais geral, reduzir a periculosidade por meio deste método cooperativo é um conceito que permite ter uma eficácia significativa em termos de prevenção. Inclui também as condições de trabalho, bem como as relações sociais entre os diferentes colaboradores, porque as chaves para a melhoria da segurança na empresa passam por uma visão global. Medidas e instruções coletivas sempre terão preferência sobre todas as medidas individuais.

Defina os perigos específicos para sua atividade

Para além das ações clássicas que a empresa pode implementar, deve estudar os riscos relacionados com a sua atividade, o que pode requerer a utilização de meios específicos. Algumas indústrias possuem linhas de produção ou equipamentos de trabalho que podem induzir ajustes específicos. 

O uso de substâncias nocivas, ou preparações tóxicas e químicas, são, por exemplo, fatores que envolvem a implementação de medidas de segurança específicas. Na avaliação que a empresa deve fazer sobre os riscos incorridos pela sua atividade, deve também ter em consideração a diferença entre homens e mulheres.

Um documento que lista os riscos

O DUERP é o documento que irá relacionar os resultados da avaliação de riscos realizada na empresa, com um inventário de todos os perigos por posto de trabalho, uma classificação dos mesmos e as ações implementadas para os prevenir. 

Este documento obrigatório constitui o relatório que prova que a empresa tem tido em consideração a questão da segurança, sendo actualizado anualmente e acessível a todos os colaboradores, bem como pela inspecção do trabalho e representantes dos colaboradores.

Regras a seguir

O local de trabalho deve garantir a segurança de seus funcionários. Em termos de limpeza e respeito pelas condições de higiene, as instalações profissionais também devem cumprir certas normas. Assim, todas as instalações voltadas para a segurança devem ser verificadas regularmente, como extintores de incêndio por exemplo.

As normas que a empresa deve cumprir dizem também respeito à iluminação, aquecimento, instalações sanitárias ou a presença de equipamentos de primeiros socorros ou de combate a incêndios.

O não cumprimento de suas normas de segurança pode implicar no direito de rescisão e alerta por parte do empregado que considere que seu posto de trabalho apresenta riscos à sua saúde.

Os fiscais do trabalho também têm o direito de verificar o cumprimento de suas normas, em caso de infração, estabelecer a ata – pode trazer nos casos mais graves o fechamento das instalações e, portanto, a paralisação dos trabalhos.

A responsabilidade civil e penal do empregador pode, portanto, ser incorrida no contexto de um acidente cujas causas podem resultar de uma violação da obrigação de segurança.

A saúde do gestor, fundamental para a boa saúde da empresa!

A maioria dos empresários, obcecados com o trabalho, esquece-se de cuidar da saúde. Porém, a saúde do líder é um capital que deve ser preservado. Algumas dicas.

Durma, o guardião do seu equilíbrio

Muito sobrecarregado com o trabalho, você pode ter desenvolvido o mau hábito de cortar o sono por algumas horas, ou até mesmo não dormir quase durante a noite. 

No entanto, uma boa noite de sono nos dá a energia que precisaremos ter durante o dia. Se você é um desses líderes excessivamente envolvidos, negligenciando o sono, deve entender que isso é necessário. Na verdade, a falta de sono pode levar, sem perceber, a uma fadiga que você não será capaz de conter. 

E a fadiga excessiva afeta negativamente o estado de saúde de uma pessoa, e não permite realizar seu trabalho com a máxima eficiência. Muitas vezes ouvimos falar de pessoas que precisam de pouco sono e muitas vezes citamos o exemplo de Napoleão, mas infelizmente alguns dirão que não somos essa pessoa excepcional.

Alimentação, a garantia da sua saúde

A comida e seus benefícios quanta tinta sempre se escreve sobre seus excessos. Uma boa alimentação equilibrada promove a saúde de uma pessoa. Muitos líderes têm a infeliz tendência de minimizar seu equilíbrio nutricional. No entanto, você não deve fazer dieta levianamente. Uma dieta desequilibrada pode ser prejudicial à saúde de uma pessoa. 

Equilibre sua dieta variando os tipos de refeições, de vegetais a frutas. O consumo de água também deve ser levado em consideração. O ideal é beber 1,5 litro de água por dia. Evite refeições congeladas e prefira refeições frescas e pré-cozinhadas. 

Estamos na era dos lanches e seu desenvolvimento é tal que não podemos ignorar seu impacto prejudicial à saúde. Comer é bom, mas se você multiplicá-los, lembre-se de que contêm uma série de produtos que estão longe de promover uma alimentação equilibrada. E acima de tudo, evite trabalhar enquanto se alimenta, a refeição deve ser um momento de relaxamento.

O estresse

O estresse cria um desequilíbrio no trabalho, mas também afeta o moral. Sem falar que é a principal causa da depressão. A depressão causa um estado de ansiedade e insônia , geralmente leva ao cansaço moral e físico. Normalmente, quando uma pessoa se encontra em um estado de fadiga e estresse avançado, sua capacidade de trabalhar diminui consideravelmente. É difícil escapar do estresse no local de trabalho, no entanto, ele deve ser administrado.

O estresse neste mundo onde tudo acontece na velocidade da luz aguarda qualquer empresário movido pela paixão Adote um espírito Zen para lutar contra o estresse. O estresse muitas vezes é desestabilizador, e é preciso saber enfrentá-lo e, por exemplo, dialogar com um treinador permite evacuar as ideias poluentes. 

Existem também várias formas de ultrapassar o stress, tais como: praticar desporto, respirar, massagens relaxantes, homeopatia ou outras. Diante de uma situação estressante, é preciso saber dar um passo para trás e ser positivo. Descanse um pouco de vez em quando. O ideal é fazer uma pausa durante o dia, para recuperar a compostura.

O empresário não deve negligenciar seu estado de saúde. Mesmo que a administração de uma empresa às vezes não dê trégua, deve-se estabelecer um limite para evitar o esgotamento. Esteja vigilante, porque se você adoecer, toda a sociedade estará em perigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *