Designer de interiores – Mercado, salário e carreira

Qualquer pessoa que possua um traço criativo e criativo e que queira formar-se em design de interiores ou que já tenha iniciado, pode pensar a longo prazo em se tornar autônoma. O leque de opções correspondentes de treinamento avançado acadêmico é amplo em toda a Alemanha, o que é de importância central, especialmente com vistas a especializações temáticas (e, portanto, propostas de venda únicas como designer de interiores independente!). Muito profissional, este respeito à ideia de negócio aqui , tornar-se independente como designer de interiores ‘são apresentados. Além das questões de planejamento central, devem ser abordadas as condições formais de estrutura que os designers de interiores independentes devem levar em consideração.

Todas as opções devem estar na mesa no início

Se você deseja criar seu próprio design de interiores, também pode usar este portal para verificar outras idéias de negócios que não exigem diploma acadêmico e, portanto, possuem barreiras de entrada significativamente menores. A esse respeito, deve-se mencionar o trabalho como decorador de interiores independente ( https://www.selbststaendig.de/geschaeftsideen/raumausstatter ) ou na área de estadiamento doméstico, que é muito procurada ( https://www.selbststaendig.de/geschaeftsideen/home-staging )
 

Iniciando seu próprio negócio como designer de interiores: iniciando seu próprio negócio com criatividade focada

  • Classificação de oportunidades
  • Aspectos de Orientação Estratégica
  • Marketing, cooperação e aquisição de clientes
  • Requisitos para iniciar seu próprio negócio como designer de interiores
  • Quem pode se chamar designer de interiores?
  • Status como designer de interiores independente
     

Perfil de exigência para designers de interiores independentes

No início do planejamento de longo prazo, deve haver clareza de que a independência profissional está certamente associada a desafios. Ao contrário do relacionamento com os funcionários, que pode ser uma opção atraente para os designers de interiores, eles trabalham como chefes próprios e constantemente . Isso significa que o horário de trabalho pode ser bem superior a 40 horas por semana, especialmente na fase de inicialização. Afinal, o escritório quer se tornar conhecido, os clientes precisam ser conquistados. Além disso, designers de interiores independentes são responsáveis ​​por suas próprias ações. Por outro lado, eles desfrutam de toda a liberdade de escolha e ação que um funcionário pode apenas sonhar.

Designer de interiores e empresário!

A esse respeito, a pergunta deve ser respondida antes de entrar por conta própria, se um possível designer de interiores independente também se descreve como um empreendedor. Além do conhecimento técnico, as habilidades empreendedoras são essenciais para administrar o negócio da maneira mais lucrativa e sustentável possível. Em resumo, o perfil do requisito pode ser descrito com as palavras ‘criatividade encontra empreendedorismo’.

Tendências que podem ser usadas …

Por fim, os designers de interiores também são bons gerentes, porque coordenam os artesãos e, às vezes, precisam fazer suas próprias compras a tempo. Nos últimos anos, ficou claro que esse perfil profissional exige cada vez mais sensibilidade psicológica à medida que as demandas dos clientes crescem. Mais e mais pessoas estão cientes de que certas cores, formas ou conceitos de iluminação têm um impacto significativo na qualidade de vida percebida. Aqui está a grande oportunidade de se tornar um designer de interiores profissional com criatividade empreendedora.
 

Avalie oportunidades para iniciar um negócio como designer de interiores

cid:frame-0A80E2E64F2105EFF8A3123BAF3DD6F8@mhtml.blink

Os serviços de designers de interiores sempre entram em cena quando se trata do planejamento e design final de todos os espaços interiores. É importante desenvolver conceitos de decoração individuais com vistas às possibilidades e desejos estruturais dos clientes, que combinam funcionalidade com um alto fator de bem-estar. Deve ser possível preencher os desenhos iniciais com vida ou fazê-los parecer eficazes em salas reais. Sejam paredes, revestimentos de piso, cores, papel de parede ou aspectos ecológicos no design moderno das salas, as chances de uma variedade de serviços são grandes. No entanto, eles podem e devem sempre ser especificados no local selecionado: E a demanda potencial? Quantos projetos de construção existem? Quão grande é a necessidade de modernização? Qual é o tamanho da concorrência imediata? Como é possível se diferenciar da concorrência com a gama de serviços? Uma pesquisa no Google com a palavra “designer de interiores em XX” já fornece uma visão geral inicial da situação competitiva.
 cid:frame-97EB97C495E82AA1C9D8E84B43D303A7@mhtml.blink

Espera-se uma boa situação dos pedidos nos próximos anos

cid:frame-8023160972E96B9DC40B25B5B79B790E@mhtml.blink

Uma análise do quadro econômico geral promete boas perspectivas para os próximos anos. A indústria da construção como base da demanda apresenta-se muito estável e, devido à grande escassez de moradias em muitos lugares, investimentos neste setor podem ser esperados nos próximos anos. Além dos bons números da indústria da construção, há um bom humor entre os designers de interiores, o que pode ser visto como um indicador positivo. No entanto, as oportunidades concretas só podem ser medidas se uma análise completa tiver sido realizada para o local escolhido.
 

Instalações comerciais com caráter representativo

Quem quiser se tornar autônomo como designer de interiores terá que encontrar um escritório adequado. Isso não apenas oferece espaço para o planejamento de tarefas e consultas, mas também deve tornar visíveis as habilidades do designer de interiores! A esse respeito, as salas de exposição podem mostrar exemplos de quais efeitos podem ser alcançados com quais meios para o clima interno.
 

Pontos de venda exclusivos para aquisição de clientes

Idealmente, um designer de interiores independente usa suas instalações comerciais para deixar claro seu estilo pessoal. Isso só pode ser uma vantagem, porque muitos clientes buscam uma individualidade exclusiva ao fornecer. Idealmente, um designer de interiores independente, com propostas de venda exclusivas, pode atender melhor a essa demanda do que a concorrência. Se uma habilidade específica estiver disponível, ela deve ser consistentemente o foco do marketing.
 

Estabelecer escritório de design de interiores: gama de serviços e grupo-alvo

Quem são os clientes em potencial para os designers de interiores? Além dos escritórios de design de interiores existentes, várias empresas na área de feiras, construção de lojas e exposições devem ser mencionadas aqui. Além disso, existem grandes lojas de móveis e negócios nas áreas de gastronomia e hotelaria. As habilidades dos designers de interiores também podem ser vistas nas áreas de cinema, televisão e teatro. Basicamente, no local escolhido, deve-se considerar qual grupo-alvo abre a situação de ordem mais sustentável.
 

Clientes particulares ou comerciais?

Obviamente, como designer de interiores independente, também pode fazer sentido se concentrar apenas em clientes particulares. Será uma clientela pequena, mas muito solvente. Parece lógico que a gama de serviços só possa ser montada de maneira orientada para a demanda se o grupo-alvo estiver claramente identificado. Obviamente, a gama de serviços também deve refletir a habilidade do designer de interiores, porque um trabalho de qualidade visível e tangível será um fator-chave de sucesso para se estabelecer de maneira sustentável. Isso só terá êxito se uma boa imagem puder ser construída e os clientes satisfeitos derem recomendações pessoais como a melhor arma de marketing.
 

Opções estratégicas para a independência como designer de interiores

O termo start-up pode parecer como se os designers de interiores tivessem que começar do zero e seu modelo de negócios com um plano de negócios cuidadosamente elaboradodê uma cara convincente. Os jovens e inexperientes empreendedores iniciantes, em particular, têm a opção de entrar em um escritório de design de interiores existente de forma independente. Dessa maneira, os custos e riscos associados ao trabalho por conta própria podem ser significativamente minimizados. Dependendo da estrutura etária do proprietário, também pode ser uma opção no local assumir completamente um escritório existente, ou seja, também a infraestrutura completa e uma rede de amplo alcance. No entanto, a aquisição de um escritório de design de interiores anteriormente bem-sucedido não deve ser vista como um sucesso garantido. Nesse sentido, será necessário algum esforço e sensibilidade para garantir que os clientes permaneçam fiéis aos negócios e que novos clientes não sejam impedidos.
 

Marketing, cooperação e conquista de pedidos

No que diz respeito ao marketing, as instalações comerciais representativas mencionadas acima também podem ser montadas virtualmente em uma página inicial. Dessa forma, as partes interessadas podem obter uma imagem realista das habilidades do decorador de interiores. Idealmente, imagens de projetos concluídos com sucesso são disponibilizadas. Uma página inicial otimizada para mecanismos de pesquisa também aumenta a visibilidade do seu próprio escritório de design de interiores. É importante estar presente para pesquisar clientes sempre e em qualquer lugar, ou seja, em todos os dispositivos finais. Dessa maneira, a conquista de pedidos pode ser automatizada em grande parte, de maneira a economizar recursos.

Dependendo da localização, as opções devem ser exploradas no decorrer do planejamento, com as quais (dependendo do grupo-alvo) uma situação de boa ordem pode ser alcançada. É possível cooperar com sociedades de construção ou empresas de administração de propriedades que regularmente fazem pedidos de acessórios para o interior. Não precisa ser apenas prédios novos, porque o foco também está na área de acessórios internos durante as reformas do núcleo.
 

Formal para trabalhar por conta própria como designer de interiores

Note-se que o designer de interiores de designação é estritamente protegido. Mesmo graduados bem-sucedidos não podem se chamar assim, depois do estudo e muito menos no mercado! Depois de concluir seus estudos, você precisa de um período prático de dois ou três anos. Isso geralmente é feito em um escritório sob a supervisão de um designer de interiores experiente, para que uma experiência valiosa possa ser obtida para ajudá-lo a se tornar autônomo. Quando essa fase termina, os designers de interiores podem se registrar na câmara responsável por eles. Somente se isso tiver sido feito com êxito, o designer de interiores oficial do cargo poderá ser realizado.
 

Status como designer de interiores independente

Quem montar seu próprio negócio como designer de interiores geralmente será classificado como freelancer (consulte as profissões do catálogo na Seção 18 da Lei do Imposto de Renda). A esse respeito, também se pode falar em iniciar um negócio como designer de interiores freelancer . Quem da administração fiscalReconhecido como freelancer desfruta de benefícios e simplificações fiscais significativos. Um cálculo simples do excedente de renda é geralmente suficiente para a declaração de imposto e nenhuma empresa precisa ser registrada. Para ser reconhecido como designer de interiores freelancer, é necessário que todos os serviços profissionais sejam executados independentemente. Se esse não for o caso ou se os serviços forem oferecidos fora do núcleo real dessa atividade profissional, pode haver uma obrigação de registrar uma empresa. Uma separação clara só pode ser feita em casos individuais devido aos limites vagos da lei. Estudar é puramente formalmente reconhecido como uma legitimação para freelancers.
 

Trabalhando em escritórios de design de interiores: autônomo ou não ?

O freelancer de status certamente não tem nada a ver com a noção de funcionários livres para fazer ‘. Assim, os designers de interiores podem trabalhar de forma independente se não quiserem abrir seu próprio escritório. Se você ainda trabalha independentemente nesta atividade depende da natureza do relacionamento com o cliente. Qualquer pessoa que esteja firmemente integrada às estruturas e, finalmente, trabalhe de acordo com as instruções será mais uma pessoa pseudo-autônoma e, portanto, na verdade um funcionário que perde metade das sobretaxas da seguridade social do empregador. A este respeito, as condições contratuais devem ser verificadas cuidadosamente, para não criar o risco de um falso trabalho por conta própria.ser sujeito a. Na prática, um contrato de trabalho pode ser um meio de manter a independência. Nesse caso, o designer de interiores freelancer é responsável pela implementação do projeto.
 

  • Dica prática: obtenha clareza sobre o status de trabalhador autônomo
    Se houver alguma dúvida sobre seu próprio status de seguridade social, as informações da câmara de compensação do seguro de pensão alemão podem fornecer mais segurança jurídica.

     

Provisão privada como designer de interiores independente

Para minimizar os riscos financeiros, deve-se contratar um seguro de responsabilidade profissional . Falhas nos acessórios internos podem ter como consequência que os clientes reivindiquem danos. Quanto aos riscos de responsabilidade, a forma legal é escolha sabiamente. Possibilidade de mesclar vários designers de interiores freelancers na empresa parceira, a fim de compartilhar custos e riscos e tornar a gama de serviços mais competitiva. O planejamento de longo prazo da independência como designer de interiores deve considerar a provisão de previdência privada como um pilar essencial. No que diz respeito ao seguro de saúde necessário, abre-se o caminho para o seguro de saúde privado para os trabalhadores independentes, independentemente da quantidade de renda.
 

Resumo da ideia de negócio ‘faça você mesmo como designer de interiores’

  1. Se você deseja trabalhar como designer de interiores de forma independente, precisa ter concluído seus estudos com sucesso
  2. Decoradores de interiores e estadias domésticas são duas idéias de negócios semelhantes que não exigem qualificação acadêmica
  3. O título profissional de designer de interiores é estritamente protegido; os graduados não podem se chamar assim imediatamente após concluir seus estudos. Em vez disso, uma fase prática de dois anos deve ser concluída. Somente então o designer de interiores do título profissional pode ser oficialmente transportado após o registro na associação profissional
  4. As chances são boas nos próximos anos, já que investimentos em construção residencial podem ser esperados. A indústria da construção relevante se mantém estável há anos
  5. Em qualquer caso, as chances no local escolhido devem ser especificadas, a gama de serviços deve ser adaptada ao grupo alvo
  6. Quem trabalha como freelancer em um escritório de design de interiores corre o risco de trabalhar por conta própria
  7. Fornecer proteção financeira integral por meio de seguro de responsabilidade pública e provisão de previdência privada
  8. A forma jurídica também deve ser escolhida tendo em vista passivos contingentes e a possível associação com outros designers de interiores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais populares

Mais artigos

Encanador – Formação, carreira e salários médios

Quem tem medo de altura, técnico e comercialmente enviado e, depois de treinar no sentido mais verdadeiro da palavra que se quer, pode aqui...

Ideias para startups – Como ter boas ideias

Para fundar uma startup de sucesso, você precisa, antes de mais nada, de uma boa ideia de negócio. Idealmente, as ideias de startups devem resolver um problema...

Gerente de propriedade – Salário, carreira e mercado

Se você gosta de gerenciar, cuidar de tarefas contábeis e chamadas de redes de comunicação pode aqui, com a ideia de negócio , tornar-se autônomo como gerente de...

Estratégias de marketing para pequenas empresas

Quando você fala sobre uma estratégia, está falando sobre um plano que deve ajudá-lo a alcançar um objetivo específico. Portanto, isso significa que uma estratégia...