Técnica Pomodoro – Aumente sua produtividade

Trabalhar de forma focada tornou-se um desafio em muitos setores: A lista de afazeres está cada vez mais longa, ligações, reuniões, a notificação constante de novos e-mails e a tentação de receber notícias nas redes sociais ou bater um papo na cozinha – são muitas as razões pelas quais continuamos interrompendo nosso trabalho. Porém, o resultado é sempre o mesmo: a produtividade é prejudicada.

Se você quer aumentar sua concentração e trabalhar mais em menos tempo, você deve tentar a técnica Pomodoro. Este método de gerenciamento de tempo ganhou vários novos seguidores nos últimos anos. E por uma boa razão.

Pomodoro é um método de gerenciamento de tempo que visa manter a concentração constante pelo maior tempo possível. Isso funciona trabalhando em blocos de 25 minutos e depois fazendo uma pausa de cinco minutos. O intervalo é importante para que você possa iniciar a próxima fase do trabalho renovado.

A técnica Pomodoro existe desde os anos 1980. Ele foi desenvolvido por Francesco Cirillo e usa um despertador de curto prazo para dividir o trabalho a ser feito em blocos – os chamados pomodori – e os tempos de descanso subsequentes. O nome Pomodoro vem do despertador da cozinha que Cirillo acidentalmente usou durante suas primeiras tentativas de desenvolver um método de gerenciamento de tempo.

Ao contrário de técnicas como Getting Thing Done (GTD), o objetivo do Pomodoro é ser mais produtivo no geral. A técnica Pomodoro requer muita autodisciplina, mas também tem muitas vantagens, como ser capaz de perceber melhor e mais conscientemente o próprio desempenho. Isso torna a técnica Pomodoro adequada para pessoas que têm problemas de motivação até que estejam sob pressão de tempo.

Como funciona a técnica Pomodoro?

A técnica Pomodoro foi desenvolvida pelo italiano Francesco Cirillo na década de 1980. Daí seu nome italiano. O deriva da palavra italiana para tomate ( pomodoro ) e é uma alusão ao relógio de cozinha que Cirillo utilizou em suas primeiras tentativas com o método de gerenciamento do tempo. Seu design foi baseado em um tomate. Definição: técnica Pomodoro

Técnica Pomodoro é um método de gerenciamento de tempo que divide as tarefas em unidades de 25 minutos. Pausas regulares entre os intervalos de trabalho têm um efeito positivo no desempenho mental e facilitam a concentração mesmo por muitas horas.

A técnica é fácil de explicar: você divide suas tarefas em unidades de 25 minutos. Você deve fazer um intervalo de 5 minutos entre os primeiros quatro intervalos, seguido por um intervalo um pouco mais longo de 20 a 30 minutos após a quarta unidade de trabalho. A propósito, um intervalo de trabalho é denominado ” pomodoro “.

Entretanto, também existem variantes que sugerem intervalos de trabalho de 50 minutos. No original, entretanto, quatro pomodori de 25 minutos são sempre executados.

Prós: Quais são os benefícios do Método Pomodoro?

O fato de a técnica Pomodoro ter conquistado cada vez mais adeptos nos últimos anos certamente se deve também à sua simplicidade. Tudo que você precisa é de um despertador ou relógio e está pronto para começar. Em um mundo que está se tornando cada vez mais complexo, acolhemos qualquer solução simples.

Mas a razão mais importante para a popularidade é provavelmente a mudança na forma como trabalhamos: estamos cada vez mais expostos a distrações internas e externas e, portanto, é cada vez mais difícil nos concentrarmos em uma única coisa por longos períodos de tempo. Um processo de trabalho sem perturbações não sai do papel dessa forma – mas é exatamente isso que é necessário para alcançar bons resultados com eficiência. E é justamente nesse aspecto que o Método Pomodoro promete ajuda. facto

Distrações externas : colegas que só têm uma pergunta rápida, o telefone tocando, inúmeras reuniões que interrompem o processo de trabalho.

Distrações internas : o impulso de ler os e-mails recebidos imediatamente, visitar a plataforma de mídia social preferida por curiosidade e procrastinação, vagando pela mente.

O Método Pomodoro ajuda a evitar distrações, interrupções e multitarefa e aumenta a produtividade.

Mas não só isso. Tem um efeito positivo em seu trabalho diário de várias maneiras:

  1. Mais autodisciplina: quem usa a técnica Pomodoro treina regularmente sua capacidade de concentrar e controlar seus impulsos. A melhor forma de trabalhar de forma produtiva.
     
  2. Melhores resultados: a probabilidade de encontrar soluções inovadoras ou boas aumenta enormemente se nos concentrarmos em uma coisa por um longo período de tempo.
     
  3. Curva de desempenho mais longa: a alternância sensível de concentração e relaxamento mantém alto o desempenho mental. O cérebro pode se recuperar enquanto isso, e isso permite que você trabalhe produtivamente por muitas horas seguidas.
     
  4. Mais tempo livre: como a produtividade aumenta por meio de uma única tarefa – ou seja, o processamento sucessivo e focado de tarefas – você terminou seu trabalho mais cedo e, idealmente, pode terminar o trabalho mais cedo e desfrutar de mais tempo livre. Se isso não for possível por razões operacionais, você pelo menos cria espaço, à medida que ganha tempo adicional para outras tarefas urgentes.
     
  5. Avaliação objetiva: Ao observar o número de Pomodori concluídos por dia de trabalho, temos uma boa visão geral de nossa produtividade. Dependendo de quão detalhadas mantemos as estatísticas, também obtemos insights sobre atividades que são fáceis de realizarmos, bem como circunstâncias que aumentam ou inibem nossa produtividade. Todas as informações que podemos utilizar para alinhar nossa jornada de trabalho a fim de alcançar melhores resultados de trabalho.

Outro motivo que torna a tecnologia de gerenciamento de tempo tão popular: ao dividi-la em unidades de trabalho de 25 minutos, a barreira de entrada é baixa: com um pouco de força de vontade, mesmo os maiores viciados em mídia social conseguem não se distrair por 25 minutos. facto

Francesco Cirillo desenvolveu a técnica Pomodoro durante seus estudos. Era difícil para ele se concentrar no assunto, então ele dividiu o tempo de estudo em unidades curtas. Ele girou o relógio da cozinha para 25 minutos e ficou atento até que tocou.

Desvantagens: quando a técnica Pomodoro não ajuda?

A técnica Pomodoro não tem desvantagens reais. Mas é um desafio: você precisa aprender a estimar quanto trabalho pode fazer em 25 minutos e estruturar seu trabalho de forma que o cronômetro não o toque no meio de uma tarefa. Caso contrário, a tecnologia Pomodoro interromperia seu fluxo de trabalho e atingiria exatamente o oposto do que deveria.

Para pequenas tarefas, faz sentido agrupá-los – por exemplo, reservar um Pomodoro exclusivamente para responder a vários e-mails. Por outro lado, tarefas maiores geralmente podem ser divididas em subtarefas. Exemplos disso seriam a avaliação de certos índices para um relatório mensal abrangente, escrevendo um único parágrafo para este relatório ou lendo um artigo especializado como uma pesquisa parcial.

Quais ferramentas você precisa para o método Pomodoro?

A técnica Pomodoro não requer ferramentas especiais. Você só precisa de um dispositivo que o lembre de fazer uma pausa no trabalho após 25 minutos.

Como medir o tempo de Pomodoro:

  • Com um relógio de cozinha (como o original)
  • Com um smartphone (cada smartphone inclui uma função de cronômetro como padrão)
  • Com um despertador (defina manualmente a hora do alarme para 25 minutos)
  • Com uma ampulheta (existem ampulhetas Pomodoro especiais que mostram 25 minutos e também parecem muito decorativas)

Aqueles que preferem soluções digitais podem escolher entre uma variedade de aplicativos Pomodoro e software Pomodoro. Como essas ferramentas certamente podem motivá-lo a experimentar a nova tecnologia, vale a pena testar algumas e investir alguns euros se necessário. No entanto, muitos dos aplicativos Pomodoro também podem ser usados ​​gratuitamente.

Para quem o Método Pomodoro é adequado – e quem não é?

O método Pomodoro conta com unidades de trabalho curtas e gerenciáveis ​​e um sistema estrito de intervalos de trabalho e pausas. Os críticos consideram este sistema muito inflexível e às vezes um obstáculo, especialmente com tarefas maiores.

Por exemplo, se você está escrevendo um texto mais longo, pode ter acabado de entrar em um fluxo de escrita após 25 minutos. Depois da técnica Pomodoro, ele teria que fazer uma pausa. No entanto, isso pode interromper o fluxo criativo de pensamentos e ser contraproducente. Em tais casos, pode ser útil experimentar intervalos mais longos, por exemplo, 50 minutos.

E nem todo mundo consegue manter o tempo livre para realmente completar quatro Pomodori seguidos. Por exemplo, se você deseja trabalhar sem ser perturbado em um projeto cerca de uma hora depois do trabalho, você pode gerenciar apenas meia sessão Pomodoro e, estritamente falando, não seguir mais o princípio Pomodoro.

Outros criticam o fato de que o tempo limitado e o cronômetro de corrida criam fatores de estresse adicionais. Em vez de trabalhar mais concentrado, algumas pessoas podem olhar com mais frequência para a ampulheta ou o aplicativo. Nesse caso, a própria técnica Pomodoro cria uma distração permanente.

Embora o Método Pomodoro certamente possa aumentar a produtividade e ajudar a superar distrações e multitarefa, ele não funciona para todos, nem em todos os contextos.

Para saber se você se beneficiará com o método, reserve alguns dias para se familiarizar com o sistema. A boa notícia: se você achar que não consegue lidar com a técnica do tomate, existem muitas outras técnicas de produtividade, como o método ALPEN ou a matriz de Eisenhower , que você pode usar para melhorar seus processos de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *